Charles Bronson revive em série de quadrinhos

Charles Bronson revive em série de quadrinhos

postado em: Mimeógrafo | 0

Quem não lembra daquele tiozão durão que saia matando geral na extinta Supercine (ou não extinta…já não sei mais) nos sábados a noite? Não, não to falando Liam Neeson, to falando do finado Charles Bronson. Sim sim, o astro de filmes como “Era uma vez no Oeste”, “Sete Homens e um Destino” e “O Passageiro da Chuva”, que nos deixou em meados de 2003, mas que mora para sempre nos corações de fãs do cinema tabaco, de uma época onde o cigarro trazia virilidade, testosterona e não câncer e impotência sexual ao redor do mundo.



 

O legendário ator norte-americano-carrancudo-da-porra é revivido como o agente secreto Jack Killer na série de HQs chilenos chamados “Killer”. O autor é o cartunista chileno Germán Gabler e o primeiro livro da série foi publicado originalmente em 1974, inspirado nas revistas clássicas de James Bond. Nove histórias chegaram a ser publicadas antes da série ser cancelada. Após 43 anos a editora Acción Comics resolveu publicar a décima edição.

A décima edição, segundo o próprio autor em entrevista ao jornal Metro, foi redescoberta após uma “arrumação” no seu depósito. A editora ficou interessada em relançar a HQ e o autor só precisou finalizar a história que já tinha começado décadas atrás. Gabler conta que criou o personagem após pedir demissão das famosas (na época) histórias de James Bond e por não poder criar mais histórias de espionagem com as feições de Sean Connery, ator que interpretava o espião 007 na época, resolveu criar Jack Killer inspirado em Charles Bronson, popular na época pelos filmes de ação. Já sobre o futuro da série Killer o ator apenas disse “Vou ver o que acontece. Estou escrevendo um roteiro para um projeto internacional”. Ok então, Germán!

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *