Big Mouth

Big Mouth

postado em: Mãe, eu que fiz! | 0

A princípio ninguém disse que ser adulto seria fácil. Aliás, difícil alguém se considerar adulto. A gente aprende a lidar com as pressões do dia a dia. Vi isso em algum Twitter. Mas se tem algo de positivo em ser este tal ‘adulto’, é olhar para trás e ver por tudo o que passamos com graça. Principalmente na puberdade. Por este motivo você deve assistir Big Mouth, no NetFlix.

Afinal, somos sobreviventes!

E se você nasceu na década de 80 vai estufar o peito achar que estou falando do repelente de mosquito ‘Boa Noite’ e sobre andar de carro sem cinto de segurança, na traseira de uma pampa, em uma estrada de terra de uma cidade do interior onde seus avós moravam.

Não é nada disso.

Big Mouth é um desenho para ‘adultos’ que traz um pouco deste lado terrível da puberdade. Terrível para quem está passando por ela, kkk.

Big Mouth

Antecipadamente é preciso que você se vista de estereótipos e aceite as coisas como elas são. Ou eram.

A série é calcada em piadas ralas, utilizando de pênis, vagina e palavras sexuais o tempo todo. Como a gente fazia na quinta série.

Da mesma forma, vem a conclusão: ter entre 12 e 13 anos não é nada fácil.

Primeiramente porque você não sabe se ainda é criança e a palavra brincar já soa estranho.

Segundamente porque seu corpo foi dormir puro e virgem e acordou tarado, sensível e cheio de desejos sexuais.

Logo, a série vai acompanhar uma turma de amigos que está passando exatamente por esta tragédia.

Em síntese, cada qual a sua maneira para você se identificar com alguma personagem e rir alto!

E vai reviver esta época em que dúvidas, medos e vergonhas aparecerem quase que ao mesmo tempo.

Naftalina Humor - Big Mouth

Monstro dos hormônios

Definitivamente essa é a grande sacada da série.

Foi na figura de monstros que os criadores Jennifer FlackettMark Levin e Nick Kroll encontraram para retratar esta explosão hormonal que nos acarreta.

Andrew, melhor amigo de Nick (personagem), é escravizado pelo Monstro do Hormônio que só tem uma coisa em mente: masturbação. Em qualquer lugar e qualquer momento. Você sabe do que eu estou falando.

Antes de mais nada, não se preocupem meninas, pois estão também muito bem representadas com seus conflitos e dúvidas nesta mesma época da vida. Jessi Glase será sua porta voz na série.

Naftalina Humor - Big Mouth- Mauricejpg

Curiosidades

Andrew Goldberg é também o produtor da série. E você vai achar este nome conhecido porque é o mesmo produtor de American Dad e Family Guy.

Além de Maurice, o Monstro do Hormônio, existem os fantasmas de Duke Ellington, um dos maiores nomes do Jazz que ajuda Nick com conselhos sexuais. É também Duke quem articula diversos momentos musicais na série com outros fantasmas, como Freddie Mercury* e Whitney Houston.

Inúmeras referencias. Como por exemplo a abertura ao som de Black Sabbath na versão de Charles Bradley, The Rock, o filme pornô de Sylvester Stallone e Clube da Luta.

Enfim

Ainda há muito para se divertir nesta série como Jay e seu sexo de travesseiro (literalmente).

Vale muito a pena!

Pegue sua Cherry Coke e seu Miliopan e boa sessão!

 

*assista ao trailer do filme do Queen.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *